No passo do coração e da razão

Quantas relações preciosas são perdidas
Por se estar com o olhar
Só voltado para si mesmo
É preciso saber cultivar
O espaço da relação
Respeitando também
O seu próprio caminho de realização.

A vida nos ensina
Que a cada passo
Precisamos seguir
Num compasso
Que integre razão e coração.

À medida que nos aprimoramos
Sabemos cada vez mais dançar
Num mesmo ritmo com o outro
Sem conduzir e sem ser conduzido
Mas sentindo nas relações
O movimento da vida.

 

Por: Erica Brandt

Data: 16/07/2013

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook