No Silêncio…

Quando aquietas tua mente

E escutas o silêncio

Não é o silêncio que escutas

E sim, o “som” do Universo

 

Quando acalmas o corpo

Não é a inércia que percebes

E sim, a força presente nas rochas

A força interior diante da impermanência

 

Quando ouves o som das ondas

Não é o som do mar que escutas

E sim, a música da vida

Num convite à dança

Na leveza do movimento do Ser

 

Quando estamos os quatro juntos

No silêncio….

O mar, as rochas, tu e Eu (o Sopro)

Temos a oportunidade de viver

O instante mágico da Presença

O significado profundo do amor- compaixão

Renascendo em novo estágio de consciência

 

Por: Erica Brandt

Data: 15/04/2010

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dez − 9 =